INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE

ACESSIBILIDADE EM BIBLIOTECAS (CHECKLIST [1])

As Bibliotecas do século XXI devem assumir uma nova postura diante da pauta de acessibilidade e inclusão social que norteiam as principais discussões da sociedade contemporânea.

Os gestores das bibliotecas e seus colaboradores devem construir políticas internas e protocolos de atendimento que sejam inclusivos, que busquem incessantemente eliminar as barreiras físicas e atitudinais que se colocam na vida das pessoas com deficiência, possibilitando a todos, sem distinção, o acesso à informação, ao conhecimento e a cultura.

Nesse sentido, a FEBAB apresenta um instrumento para análise da acessibilidade em bibliotecas e centros de documentação que elenca 8 categorias de acessibilidade (arquitetônica, mobiliário e equipamentos, comunicacional, informacional, metodológica, instrumental, programática e atitudinal).

Esse checklist foi construído a partir do trabalho de Nicoletti (2010) e objetiva ajudar as bibliotecas, independente de sua tipologia (escolar, pública, especializada, universitária, comunitária entre outras) a se transformarem em espaços acolhedores e inclusivos para todas as pessoas das mais diferentes situações, como raça, credo, posição socioeconômica e principalmente para aqueles cuja mobilidade física e/ou as condições intelectuais ou psíquicas sejam diferentes do padrão.

[1] O checklist foi compilado e atualizado em 2018 porém  em decorrência da contínua alteração da legislação brasileira em âmbito municipal , estadual e federal e das constantes atualizações das normas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) recomenda-se aos leitores a ratificação das informações aqui disponíveis, quanto a validade das normas e leis.

Assine nossa newsletter e fique por dentro!