Mulheres Egressas do Sistema Penal

A Comissão Brasileira de Bibliotecas Prisionais - CBBP quer que você conheça uma história:


2018: “Hoje estou advogada criminalista, sou egressa do sistema prisional, mas não tenho coragem de me expor. Creio que é isso que falta para incentivar e mostrar que a reabilitação é possível. Tenho trabalhado meu psicológico, mas não me sinto à vontade de contar minha história.”


A.P.S.B. – Com essas iniciais ela fez parte do sistema, na condição de detenta. Mas e quem é ela? Até hoje suas entrevistas e declarações foram feitas sem mostrar o rosto. Por que para a mulher isso é tão difícil? Justamente por ausência do protagonismo feminino, por parte de quem viveu a realidade do cárcere, a CBBP uniu-se ao GT de Identidade de Gênero para trazer uma série de diálogos sobre as “Mulheres Egressas do Sistema Penal”.


Para falar sobre a sua realidade, vivida na prisão e na pós rotina intramuros, de modo inédito, a face e voz desta mulher estarão presentes conosco, no dia 21 de julho, às 19h no Youtube e Facebook da FEBAB.


2020: “Estou pronta! Acredito que meu testemunho pode ajudar muitas outras mulheres que estão em busca da ressocialização. Posso provar que é possível, sou o exemplo vivo disso. A Educação transforma, liberta. Devo minha voz a tantas mulheres que seguem atrás das grades e para as que saíram e estão jogadas a própria sorte."




0 visualização