Leitura Antirracistas

#LeituraAntirracistas O livro “Perolas Negras” de autoria de Silviane Ramos Lopes,versa a respeito do universo das mulheres negras de Vila Bela e sobre como elas delineiam seus bens simbólicos no cotidiano, dando visibilidade às suas lutas em prol da etnicidade da comunidade vilabelense. Trataremos assim, dos espaços da comunidade, da cidade e da roça, e da realização das festas, território da comunidade. Campo e cidade são categorias de análise que trabalharemos para que desta maneira tenhamos maior clareza sobre a importância dos vários territórios para a população negra de Vila Bela, em especial o tempo das festas. As festas de santo aconteciam no campo e também na cidade. É em busca das histórias do cotidiano das mulheres negras que este texto se movimenta a procura dos segredos das cozinhas, dos códigos da religiosidade, da engenharia que lançam mão para garantir as práticas culturais da comunidade. Assim poderemos observar o que esta comunidade valoriza ou não, e como são representadas através da oralidade. O estudo propicia reflexão a respeito da importância da memória feminina, decorrente das ações e/ou práticas das mulheres negras, enquanto guardiãs da cultura vilabelense, apresentando uma Vila Bela cartografada pelo rememorar, as quais por meio da fala, vão mapeando uma Vila Bela adormecida em suas caixas de lembranças.



#gtrerad#febab

#Pracegover#Pratodomundover#paratodosverem. Cartaz de fundo marrom. No canto superior esquerdo, em caixa alta e texto sobreposto está escrito “Leituras antirracistas”. No canto superior direito, logo do RERAD. Abaixo, em destaque, do lado esquerdo do cartaz, a capa do livro “Pérolas Negras”: capa de fundo azul, aparece parte de uma pessoa dançando, com um vestido amarelo, ao lado o título do livro e o nome da autora. Abaixo, do lado esquerdo, a fotografia circular de uma mulher negra, usando oculos, sorrindo. Na parte inferior do cartaz o logo da FEBAB.

4 visualizações

Posts recentes

Ver tudo