Mês da Biblioteconomia Negra

Hoje vamos conhecer Raquel Mascarenhas. Bibliotecária negra, formada pela UFF, atua na Rede de Bibliotecas SESC-RIO, pesquisadora na área de bibliotecárias comunitárias que também combate o racismo por meio de sua atuação em prol da Igualdade étnico-racial. Vamos conhecê-la??


Instagram: @mascarenhasrm


Clica, curte e compartilha essa história!

#Biblioteconomianegra #gtrerad


Acompanhe em:


Twitter (@Rfebab): https://twitter.com/i/status/1340779006992388096

Instagram (@gtrerad): https://www.instagram.com/tv/CJCT19KDhIs/?utm_source=ig_web_copy_link

Descrição da imagem: #Pracegover #Pratodomundover #paratodosverem. O vídeo inicia com cartaz de bodas de cor lilás, fundo rosa com um retângulo na parte superior onde aparece a imagem, desfocada de uma sala com estante e livros. Em destaque neste retângulo, os dizeres “Mês da Biblioteconomia Negra” e no canto superior direito o logotipo da RERAD. Na parte inferior do cartaz, como um rodapé, um retângulo menor com a imagem desfocada de um livro aberto com uma caneta e, no canto inferior esquerdo, logotipo da FEBAB. Ao centro, uma fotografia de Raquel Mascarenhas, uma mulher negra, que tem cabelos crespos curtos, usa camiseta branca com vários desenhos de mulheres em diferentes condições. Raquel está sorrindo. Ao lado da fotografia os dizeres “Raquel Mascarenhas, Bibliotecária na rede de Bibliotecas do SESC. No vídeo, vemos Patrícia do busto para cima, usando brincos grandes dourados de argola, uma blusa de mangas longas na cor cinza com detalhes em preto nos ombros e está com um colar etnico na cor cinza. Atrás de Raquel, uma parede branca.

7 visualizações

Posts recentes

Ver tudo