Discussão: Dica Literária - O Amor dos Homens Avulsos de Victor Heringer

Caros colegas,


Hoje estamos lançando o “Dicas Literárias” do nosso GT, onde o intuito é postar semanalmente um livro escolhido e resenhado pelo nosso membro, Adonai Takeshi.

O intuito é criarmos uma discussão a respeito dos temas abordados no livro e construirmos um debate saudável por e-mail e nos posts.

Todos os livros serão postados no nosso Instagram https://www.instagram.com/gtbdeg.febab/ e no blog https://www.acoesfebab.com/diversidade, onde também será possível realizarmos a discussão pelos comentários dos posts.

Esperamos que gostem e que seja uma experiência enriquecedora para todos. Caso tenha sugestões de textos e melhorias que podem ser feitas, vocês podem enviar e-mail diretamente para nós através do e-mail gtbdeg@febab.org.br.

Para a nossa primeira dica, foi escolhido “O amor dos homens avulsos” de Victor Heringer.

“Menino não desenha bunda de menino, menino nem olha, nem pensa na parte da frente da sunga de outro menino” (HERINGER, 2016, p.34).

Em um subúrbio do Rio de Janeiro, em uma região de muito calor e pouco vento, Camilo é um garoto observador vivendo sua infância na década de 70, quando seu pai, um médico aparentemente enrolado com o golpe, surge em casa com o Cosme, “apadrinhando” o menino e introduzindo-o na rotina da família.

Entre descobertas, aproximações e amor, a relação dos garotos ganha corpo, cheiro e consequências, afinal, é permitido que dois moleques se amem? Camilo é um adolescente com deficiência e já lida com as frustrações de não jogar futebol com os amigos da rua, mas também tenta entender o que está sentindo e por que se sente tão “errado”.

Um romance que enfrenta alguns pontos de um crescer dissidente e que escancara o quanto atos de carinho enraivecem quem não está preparado para amar.

“Silêncio. Aí ele me deu um beijo. Agarrou meus dois braços e puxou (delicado, para não me derrubar) [...] os lábios dele estavam secos, as lasquinhas de pele dura me espetaram. Passei a língua para amolecer. Gosto salgado. Ele abriu a boca, língua com língua [...]” (HERINGER, 2016, p.92).


HERINGER, V. O amor dos homens avulsos. São Paulo: Companhia das Letras, 2016.

14 visualizações

Posts recentes

Ver tudo