Dica Biográfica

[Dica Biográfica ] O #DicaBiográfica de hoje traz como indicação o livro “Erguer a voz: pensar como feminista, pensar como negra”, de Bell Hooks. Conforme a autora, “No mundo da comunidade negra do sul dos Estados Unidos onde cresci, "erguer a voz", "responder", "rertrucar" significava falar como uma igual a uma figura de autoridade. Significava atraver-se a discordar e, às vezes, significava simplesmente ter uma opinião. Na educação "à moda antiga", crianças deviam ser vistas, não ouvidas. [...]”.


Lançado originalmente em 1989, é o quarto livro da autora e está estruturado em 24 capítulos eu abordam feminismo, autorecuperação, teoria e estudos feministas, pedagogia feminista, educação como prática de liberdade, violência em relacionamentos, politização feminista, supremacia branca e sua superação, entre outros temas.


#gtrerad#febab#biblioteconomia#raça

#Pracegover#Pratodomundover#paratodosverem. Cartaz com o fundo rosa. No canto superior à direita, o logo do RERAD, e à esquerda, o logo da FEBAB. Em destaque, centralizado, o texto “No mundo da comunidade negra do sul dos Estados Unidos onde cresci, "erguer a voz", "responder", "rertrucar" significava falar como uma igual a uma figura de autoridade. Significava atraver-se a discordar e, às vezes, significava simplesmente ter uma opinião. Na educação "à moda antiga", crianças deviam ser vistas, não ouvidas. [...]”, seguido do nome da autora, bell hooks. À esquerda inferior, a capa do livro “Erguer a Voz” e à direita, o logo do Dica Bibliográfica.

1 visualização

Posts recentes

Ver tudo