Dica Bibliográfica

#DicaBibliográfica O texto “Semioses decoloniais: afrofuturismo, performance e o colapso do privilégio branco”, de autoria de Maria Aparecida Moura @mamoura.2016 faz parte da coletânea “Vozes Negras em Comunicação: Mídia, racismos, resistências”, envolto entre as áreas de atuação da autora, Ciência da Informação, Semiótica e Comunicação, o texto reflete sobre os fenômenos estéticos de resistência. A autora entende que o esforço empreendido historicamente pelo ativismo negro em escala global permitiu a produção atual de conhecimento contra-hegêmonico e a sua transformação em dispositivo reflexivo, dinamico e decolonial.


Saiba mais em: https://books.google.com.br/books/about/Vozes_Negras_em_Comunica%C3%A7%C3%A3o.html?id=E8K_DwAAQBAJ&redir_esc=y

Descrição da imagem: #Pracegover #Pratodomundover. A imagem tem um fundo cinza manchado, em tons mais escuros e outros mais claros. No topo da imagem os logotipos do GT RERAD e da FEBAB, logo abaixo, em preto, o nome do título indicado como sugestão de leitura: “Semioses decoloniais: afrofuturismo, performance e o colapso do privilégio branco”, seguido da indicação de autoria, Maria Aparecida Moura. No rodapé a indicação da fonte para localização do texto: MOURA, M. A.. Semioses decoloniais: afrofuturismo, performance e o colapso do privilégio branco. In: Laura Guimarães Corrêa. (Org.). Vozes negras em comunicação : mídias, racismos e resistências. 1ed.Belo Horizonte: Autêntica, 2019, v. , p. 53-74.

3 visualizações