euamobibliotecaeuquero

O movimento “Eu Amo Biblioteca, Eu Quero” foi criado para mobilizar a sociedade e mostrar que as bibliotecas não são apenas um espaço para guardar livros.

 

As bibliotecas devem ser espaços convidativos e, além de incentivar a leitura, precisam oferecer uma agenda cultural variada com música, cinema, dança, arte, cursos, palestras, oficinas. Elas devem possuir acervos atualizados, acesso à internet, jogos, brinquedos e também contar com uma equipe especializada para atender a comunidade.

 

Além disso, as bibliotecas devem prestar serviços diversos que promovam a inclusão e contribuam com a formação cidadã, como, por exemplo, auxiliar na elaboração de currículo, prestar informações sobre programas sociais que sua cidade e seu estado dispõem, ensinar a navegar na internet e muito mais.

 

Há vários tipos de bibliotecas: públicas, escolares, acadêmicas, especializadas. Todas oferecem inúmeras formas de conhecimento, cultura, arte e lazer. Exija bibliotecas de qualidade. Você tem direito!

Promova as bibliotecas você também

Apesar de todo o crescimento econômico que nosso país está vivendo, infelizmente, as bibliotecas continuam sem investimentos substanciais que as transformem em espaços de acesso à leitura e à cultura.

 

Existe um grande número de bibliotecas no Brasil que não têm a infraestrutura adequada para oferecer uma carteira de serviços que atendam às reais necessidades de informação e de lazer da comunidade. Há Bibliotecas que hoje realizam trabalhos que verdadeiramente “transformam vidas”. A criação da Biblioteca de São Paulo,  da Biblioteca Villa Lobos, da Biblioteca Parque Manguinhos e da Biblioteca Pública do Acre mostram que é possível construir e manter espaços diferenciados, com uma carteira serviços diversificados para a comunidade.

Em contraponto da máxima que o “brasileiro não gosta de ler” o que se tem observado é a ausência de equipamentos que possibilitem ao cidadão desfrutar das diversas expressões artísticas e culturais, aliada a possibilidade do contato com o mundo da leitura e da literatura.

Também faltam investimentos para explorar o papel das bibliotecas escolares na promoção e incentivo à leitura e à cultura e o fortalecimento da educação.

Bibliotecas são espaços vivos, dinâmicos e direito de todos os brasileiros. Se você partilha dessa ideia junte-se a essa causa!

Todos podem participar contribuindo com as bibliotecas de sua cidade, escola ou universidade e também levando essa reivindicação para os gestores públicos.

Os profissionais que atuam nas bibliotecas também precisam fazer a sua parte! Lembre-se que a defesa da biblioteca começa pela equipe! Colaborem com o desenvolvimento da biblioteca, sendo articuladores dessa causa. Assim, a equipe pode transcender as paredes da biblioteca, melhorando a interlocução com seus usuários e atraindo aqueles que desconhecem a importância dos serviços oferecidos por uma Biblioteca Viva!

Incentive a participação da comunidade para a construção da Biblioteca que merecemos, amamos e queremos!

Realização

(Essa campanha foi lançada durante o CBBD 2013 e repaginada no CBBD 2017).  

Como fazer parte  e contribuir com esse movimento?

Em primeiro lugar é preciso conhecer um pouco sobre advocacy e como construir uma rede de alianças  em torno das bibliotecas. Para tanto recomendamos a leitura do “Manual das Pessoas que advogam pelas Bibliotecas” disponível pelo http://www.febab.org.br/issuu/

 

Colabore da seguinte forma:

 

Baixe e imprima o material disponível no site;

  • Inicie a campanha “Biblioteca eu amo eu quero” com a equipe de trabalho da sua biblioteca, para que eles entendam os objetivos e estejam juntos;

  • Organize um evento semestral para expor aos diretores da instituição e ao público em geral os produtos e serviços de sua biblioteca. Convide alguma personalidade para abrilhantar o encontro e incentive todos os participantes a apoiar esta campanha.

  • Publique as informações da campanha “Biblioteca eu amo eu quero” e de sua biblioteca em algum meio de comunicação usando frases de impacto: 

  • Bibliotecas transformam vidas

  • Bibliotecas transformam comunidades

  • #euamobibliotecaeuquero

 

Também você pode utilizar as  marcas da campanha para colocar no site, usar nos uniformes, facebook, instagram, enfim espalhar a marca em todo lugar de modo que as pessoas comecem a reconhece e fazer parte dessa iniciativa liderada pela biblioteca. As marcas são livres para que vocês possam utilizá-las. Coletar depoimentos em formato de vídeo e publicá-los nas redes sociais é uma  outra estratégia que contribui para reafirmar a importância da biblioteca e dar voz à comunidade que utiliza os espaços e serviços.

Assine nossa newsletter e fique por dentro!